terça-feira, 13 de novembro de 2007

Rescue Dawn

Werner Herzog, pertencente à quase extinta casta de realizador castiços, que antes eram norma e lei atrás das câmaras, está sempre pronto a filmar pedaços extraordinários de vida de alguns homens que passaram pelas mais estranhas vivências possíveis. Em Little Dieter needs to fly, documentário, que nunca vi, antecedente a este filme, Herzog narrou as aventuras de Dieter Dengler, alemão nacionalizado americano, que serviu os E.U.A. como piloto de aviação na guerra contra o Vietname. Gosto de pensar que ambos os filmes de Herzog ganham bastante com uma visão conjunta. No entanto só me posso pronunciar sobre Rescue Dawn. E é, sem espinhas, um dos melhores filmes estreados neste ano.
O que é espantoso no filme, além das excelentes actuações do trio Bale, Zhan e Davies, é a forma como Herzog usa a câmara, mais concretamente as panorâmicas. Tirando a parte central do filme, centrada no campo prisional, onde ocorrem as mais importantes elipses temporais do filme (o desgaste nas personagens é notório, e notável em subtileza, de cena para cena), as partes que ensanduicham esse centro correspondem ao olhar subjectivo da floresta sobre Dieter. E, a espaços, o olhar de Dieter sobre a floresta. Após o escape há uma cena espantosa: depois de uma longa caminhada, Dieter, arrastando aos ombros Duane, pára a certa altura e exclama algo como “Look, it’s a village!”, Duane olha em redor e o desalento diz “It’s just forest”, a câmara, numa panorâmica, dá-nos a ver a razão da exclamação de um e do desalento do outro. Estão ambos correctos, o velho dilema optimismo pessimismos (dilema Dieter Herzog?) A força da cena faz-me lembrar que, até ali, o filme já nos deu outras panorâmicas (se não panorâmicas outros planos sequência semelhantes) que não serão só descritivas mas sim estados de espírito. Pouco a ver com o universo de Malick, apesar de não o rejeitar, repare-se na cena em que Dieter vê Duane, já morto, entre a densa folhagem, Herzog é um pragmático. Contudo nunca anula o olhar do seu protagonista. Little Dieter sonha em voar (os americanos aproveitaram-se desse sonho para o pôr a combater), e isso implica sobreviver cá em baixo.

5 comentários:

The movie_man disse...

Simplesmente fantástico, este filme. Começando pela realização de Herzog e acabando nas brilhantes interpretações dos três actores. Quanto a Zahn, eu sempre tive esperança neste actor (mesmo nas mais básicas das comédias) e é bom vê-lo finalmente reconhecido como mais do que um actor cómico. Um dos melhores filmes do ano, sem dúvida.

The movie_man disse...

Yo, jovem... depois dá uma olhadela ao meu novo blog:
www.horroricons.blogspot.com
Dedicado ao cinema fantástico (terror, f.c.)
O movie wagon continua em forma, mesmo assim...

Heraclito disse...

Estou ansioso para assistir RESCUE DAWN! Gosto muito do Werner Herzog.
Herax (xmaniac.net/viscera)

Lomba disse...

Um dos grandes filmes de 2007!

Pedr0 disse...

É com pena que constacto que este espaço está morto.

Sei da dificuldade que é manter um blogue mas espero sinceramente que isto ressuscite.

Valeu sempre a pena passar por aqui.

Cumprimentos